A síndrome de lise tumoral

Definição
A síndrome de lise tumoral é uma emergência oncológica. Pode ser precipitada por uma rápida lise espontânea de células tumorais ou, mais frequentemente, induzida pelo tratamento (quimioterapia ou radioterapia).

Ocorre quando a liberação na circulação sistêmica de íons e produtos intracelulares excede a capacidade de excreção renal e produz distúrbios eletrolíticos e metabólicos que ameaçam a vida. As principais alterações observadas são: hiperuricemia, hiperfosfatemia e hipercalemia, podendo também ocorrer hipocalcemia e insuficiência renal aguda secundárias.

Os sinais e sintomas podem iniciar antes do início do tratamento citotóxico. Na maioria dos casos, surgem nas primeiras 12 a 72 horas após o inicio da terapia.

É observada ao diagnóstico de várias neoplasias e, também, nas recidivas, quando novamente existe uma carga tumoral importante para ser lisada.