Histórico

Compartilhe



A Academia Mineira de Pediatria foi fundada em 1º de agosto de 2005. A primeira gestão, de 2005 a 2007, era composta pelo pediatra Lincoln Marcelo Silveira Freire na presidência e por Cícero Plínio Bittencourt como secretário. As segunda e terceira gestões, referente aos triênios 2007/2009 e 2010/2012, teve como presidente Fausto Pacheco, como vice-presidente Sérgio Danilo Junho Pena e como secretário Navantino Alves Filho. José Sabino de Oliveira foi escolhido presidente para a gestão 2013/2015. Trabalhou com Navantino Alves Filho, como vice, e Francisco José Caldeira Reis, como secretário. Atualmente, a Academia Mineira de Pediatria é composta por Paulo César Pinho Ribeiro (presidente), José Maria Penido Silva (vice-presidente) e Navantino Alves Filho (secretário). Essa gestão permanece até 2018.

A ideia da fundação da Academia surgiu quando, em dezembro de 2004, o doutor Ênnio Leão, na oportunidade em que tomava posse como presidente de honra da Sociedade Mineira de Pediatria na gestão José Orleans da Costa, sugeriu a criação de uma entidade que, além de homenagear pediatras de referência na história da Pediatria mineira, servisse como apoio à SMP. Durante o processo de organização, decidiu-se que haveria 20 cadeiras de titulares e que os membros-fundadores participariam da Academia, mas não teriam cadeiras. Consequentemente, não abririam vagas em caso de falecimento. Hoje, a AMP procura promover a Pediatria, não se preocupando apenas com doenças e sua prevenção, mas também com os problemas sociais, comportamentais e familiares da criança e do adolescente.