Faculdade de Medicina da UFMG recebe 2° Observaped Itinerante

Compartilhe

Observaped Itinerante: diversão e conhecimento. (Foto: Comunicação/Faculdade Medicina UFMG)

Durante esta quinta, 23, a Faculdade de Medicina da UFMG recebeu a segunda edição do Observaped Itinerante, iniciativa promovida pelo Observatório da Saúde da Criança e do Adolescente (Observaped) vinculado ao Departamento de Pediatria da universidade. Durante a manhã e a tarde, diversas tendas com brinquedos, objetos lúdicos, materiais informativos e cartazes foram montados na entrada do prédio principal pensando na abordagem e no despertar do interesse de quem passasse pelo local. Ao todo, estiveram presentes representantes dos sete eixos que compõem o Observaped, entre eles projetos de extensão envolvendo distúrbios nutricionais, o despertar da sexualidade e a segurança infantil, tudo em prol do mesmo objetivo: compartilhar conhecimento com a comunidade geral sobre a saúde da criança e do adolescente.

Além dos oito eixos, o evento também chamou atenção para a campanha de doação de brinquedos e livros infantis realizada pelo Departamento de Pediatria da instituição. Logo na portaria do prédio, foi colocado um baú para que os interessados colocassem os itens doados, que serão encaminhados futuramente à brinquedoteca da Enfermaria Pediátrica do Hospital das Clínicas após uma triagem. “A leitura, tanto para o paciente internado quanto para aquele que está em consulta, é um momento de proximidade entre quem conta uma história e quem ouve. Isso contribui para a diminuição do estresse e o descanso da rotina em um hospital”, contou a co-coordenadora da ação, Marília Silva Rodrigues, após explicar que a ideia é estendê-la para creches carentes do Vale do Jequitinhonha.

De acordo com Heleson Ferreira, bolsista de extensão e coordenador dos monitores do Observaped, o saldo diário foi positivo e o surpreendeu, principalmente pelo interesse dos próprios funcionários da universidade. O estudante relembrou as atividades anteriores do programa e ressaltou o objetivo de levar o que é produzido na UFMG para fora. “Um dos pilares da extensão universitária é trazer a universidade para o meio no qual ela está inserida. O que fazemos aqui hoje é, pensando principalmente nas crianças, fazer com que elas se tornem formadoras de boas opiniões no futuro e influenciem os demais”, mencionou.

Para a presidente da Sociedade Mineira de Pediatria, Maria do Carmo Barros de Melo, é uma alegria perceber a proximidade entre a comunidade externa e uma instituição como a Faculdade de Medicina da UFMG. “Pensando nisso, nós também incluímos na programação uma visita ao Centro de Memória da Medicina, pois é fundamental possibilitar que a comunidade conheça um pouco sobre a história da medicina em nossa universidade, como também aprenda sobre promoção em saúde e prevenção de doenças. Esse é um dos papeis da instituição”, pontuou ela, que ainda relembrou a parceria da SMP com o projeto.

Impressões do público

Telma Lúcia foi uma das pessoas que passaram para conhecer as atividades do Observaped Itinerante durante a tarde. Ao lado da neta, Sara Beatriz, a senhora compartilhou os cuidados envolvidos na vida de babá e parabenizou a equipe organizadora, em especial a da tenda sobre segurança da criança e do adolescente. “Esse evento ajuda muito quem não tem informação sobre coisas básicas, principalmente as próprias crianças. Antes de ser cuidadora de crianças, precisei fazer um curso sobre pequenos cuidados e devo muito às informações que me passaram”, disse. Já nas palavras de Catarina Souza Melo, que conferiu as atividades no final da tarde, a relevância do evento está em ressaltar os perigos que podem morar nas casas diariamente. “Estar atento à saúde e segurança infanto-juvenil é primordial para evitar um futuro trágico”, concluiu.