Simpósio de Doenças Respiratórias da SMP é sucesso de público

Compartilhe



Auditório da AMMG lotado de pediatras, residentes e estudantes de medicina para o Simpósio

 

Nos dias 22 e 23 de março, a Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) foi palco de mais um evento científico de sucesso da Sociedade Mineira de Pediatria (SMP): o IV Simpósio de Atualização em Doenças Respiratórias na Infância e Adolescência. O evento, uma realização dos Departamentos Científicos de Pneumologia, Alergia e Otorrinolaringologia da SMP, reuniu quase 280 participantes, entre pediatras, residentes, estudantes de medicina, outros profissionais médicos e da saúde.

Programação Científica

Os dois dias do Simpósio foram repletos de uma programação científica pensada para tentar abranger o maior número de temas que envolvem as doenças respiratórias na infância e na adolescência. Iniciando as aulas, a presidente da SMP, Marisa Lages Ribeiro, que é também alergologista e pneumologista infantil, falou sobre o Lactente Sibilante. Ela aproveitou para dar as boas-vindas aos presentes e convidá-los para participar do Fórum da Academia Brasileira de Pediatria (25 e 26 de abril) e dos encontros com médicos e público leigo que acontecerão no Centro de Treinamento da SMP.

As palestras continuaram na sexta de noite e no sábado de manhã, com assuntos como a criança respiradora oral, com rinite alérgica, com bronquiolite viral aguda e com infecções recorrentes. Além disso, asma, coqueluche e pneumonia também tiveram espaço no Simpósio. Debates concorridos e um público bastante interessado, que permaneceu até o final do evento, reafirmaram o sucesso do Simpósio.

Uma homenagem mais que merecida

Além da programação científica, o Simpósio foi marcado por uma justa homenagem da presidente da SMP ao mais novo membro da Academia Mineira de Pediatria, o pediatra Marcos Carvalho de Vasconcellos. Ela aproveitou a fala para falar um pouco de sua família, de seu pai, o também membro da Academia Mineira de Pediatria e ex-presidente da SMP, José Guerra Lages, e de sua mãe, a professora Maria Auxiliadora Silveira Lages, falecida no início de 2019.