Histórico

Compartilhe



Breve historia da Academia Mineira de Pediatria (AMP)

Atualizada pelo Acadêmico Navantino Alves Filho

 

A ideia da fundação da Academia surgiu quando, em dezembro de 2004, o Dr. Ênnio Leão, na oportunidade em que tomava posse como presidente de honra da Sociedade Mineira de Pediatria na gestão do José Orleans da Costa, sugeriu a criação de uma entidade que, além de homenagear pediatras de referência na história da Pediatria mineira, servisse de apoio à SMP.

O Dr. Orleans convocou então os sócios Navantino Alves Filho e Edward Tonelli para se responsabilizarem pela criação dessa entidade, com o nome de Academia Mineira de Pediatria. O convite se deu em função desses acadêmicos serem titulares da Academia Brasileira de Pediatria.

Durante o processo de organização, foram convidados oito pediatras renomados de Belo Horizonte com o objetivo de colaborarem na tarefa de escolha dos patronos e titulares. Decidiu-se que haveria 20 cadeiras de titulares e que os membros fundadores, abaixo listados, participariam da Academia, mas não teriam cadeiras. Consequentemente, não abririam vagas em caso de seu falecimento, mas sim novas cadeiras como patronos.

Lista dos Drs. membros fundadores:

Navantino Alves Filho

Edward Tonelli

Ênnio Leão

Helvécio Henrique Ferreira Borges (+)

José Guerra Lages

Mário Afonso Moreira

Múcio de Paula

Nívio Braz de Lima (+)

Waldir de Almeida Ribas (+)

Wilson Rocha (+)

Foram seis meses de trabalho, 18 reuniões presenciais do colegiado, e então escolhidos os 20 patronos e também os candidatos lembrados pelos fundadores . Esses eram votados para titulares das cadeiras e os mais votados eleitos. Houve dezenas de pediatras vivos lembrados, de BH e do interior, com votações cuidadosas e concorridas. Os trabalhos terminaram em 15 de julho de 2005. A Academia Mineira de Pediatria foi fundada solenemente em 1º de agosto de 2005.

A primeira gestão, de 2005 a 2007, era composta pelo pediatra Lincoln Marcelo Silveira Freire na presidência e por Cícero Plínio Bittencourt como secretário.

As segunda e terceira gestões, referentes aos triênios 2007/2009 e 2010/2012, tiveram como presidente Fausto Pacheco, como vice-presidente, Sérgio Danilo Junho Pena e como secretário, Navantino Alves Filho.

José Sabino de Oliveira foi escolhido presidente para a gestão 2013/2015. Trabalhou com Navantino Alves Filho, como vice, e Francisco José Caldeira Reis, como secretário.

Em seguida , a Academia Mineira de Pediatria contou com Paulo César Pinho Ribeiro (presidente), José Maria Penido Silva (vice-presidente) e Navantino Alves Filho (secretário). Essa gestão permaneceu até 2019.

Atualmente, o presidente é José Maria Penido, o vice, Luis Megale e o secretário, Marcos Vasconcelos.

Hoje, a AMP procura promover a pediatria, não se preocupando apenas com doenças e sua prevenção, mas também com os problemas sociais, comportamentais e familiares da criança e do adolescente..

Realiza eventos, entre eles fóruns para as comunidades em Belo Horizonte e o no interior do estado.