SMP discute ansiedade e depressão de crianças e jovens na pandemia

Compartilhe

16/09/2021



Em 14 de setembro, a Sociedade Mineira de Pediatria realizou o Momento Científico “Precisamos falar sobre o enfrentamento da pandemia pela criança e o adolescente - uma conversa sobre a ansiedade e depressão”. O evento online contou com discussões sobre a saúde mental da criança e do adolescente durante o enfrentamento da pandemia. Neste encontro, a moderadora foi a pediatria, neonatalogista e diretoria científica da SMP, Andrea Chaimowicz.

Três debatedores fizeram parte da discussão. O psiquiatra da infância e adolescência, Felipe Guimarães de Castro Amorim; a pediatra e médica de adolescentes de Lavras, Maria Inês Ribeiro Costa Jonas; e o neurologista infantil, vice-presidente do Departamento Científico de Neurologia da SMP, Natanael Lourenço Mota.

A moderadora do evento, Andrea Chaimowicz, enfatizou o amplo espectro de vivências familiares das dificuldades empostas pela pandemia, diante das possibilidades e oportunidades de vida de cada um. Entretanto, o isolamento social, a sobrecarga de trabalho, os problemas financeiros e as perdas trouxeram dificuldades e sofrimentos para todos. Atualmente, com a melhora da situação epidemiológica, muitas famílias ainda estão inseguras e têm dificuldade de sair de casa, seja por medo, cansaço de um dia-a-dia mais pesado ou mesmo por comodismo de enfrentar essa nova situação da pandemia.

"Muitas crianças mergulham nas redes sociais, nas telas, e têm dificuldade de sair dali. A criança tem muita sensibilidade pra captar os sinais que afligem os adultos e esses, por sua vez, viveram e vivem em situações muitíssimo difíceis”, comentou Andrea no evento. Ela ainda acrescentou que os adolescentes caminharam em sua adolescência durante os últimos 18 meses, vivendo tantas mudanças físicas e emocionais, mas mergulhados na família e sem o exercício da convivência presencial com os pares, que é fundamental nesse período.